10 thoughts on “Instalando o Kubuntu: passo-a-passo para principiante”

  1. Professor isso é bacana demais. O Kubuntum é realmente fácil de uasr e tém uma iterface muito semelhnte com a do Windows XP, porém é incomparavelmente mais seguro do que ele. Embora convencer alguém que ussa o XP a usar o Kubuntu-Linux seja dificil, somente nós que usamos o Linux sabemos do “gostinho” de nos vermos livres daqueles vírus bobos que atigem o Windows, além de não pesar no bolso pois é grátis.

  2. Wellington,

    não sei se vc ta lembrado de mim..eu sou o Diego que intitulou o claro 3g de 3JEGUE…hihihi

    sou usuário de windows, mas estou louco para usar linux…no entanto minhas tentativas tem sido frustrantes. Já baixei várias versões ( Kurumin, Debian e o Ubuntu), no entanto não consigo.

    Vi esse procedimento que vc fez para o Kubuntu, queimando arquivo de imagem ISO, mas não entendi muito bem…não sei se isso é o mesmo que descompactar com um programa descompactador.

    Eu utilizei um programa para descompactar o arquivo ISO do UBUNTU, e extraiu todo o conteúdo aparecendo um “montão” de pastas e arquivos. Gravei todo o conteúdo em um cd, e quando reinicio o sistema para dar boot,simplesmente nada acontece. Já particionei minha HD de 80GB em 03 (uma para arquivos pessoais, uma para o windows xp, e outra que deixei vazia e formatada para instalar o linux, com 15GB). Pelo windows eu tentei tb, (já sabendo que podia não dar certo), e dá erro. Eu baixei uma versão através do site que tem indicado no seu blog., e tb no site http://www.superdownloads.com.br.

    Semelhantemente com o Ubuntu, aconteceu nas outras versões do Linux que baixei.

    Cara, quero muito usar Linux, e já tive pouco contato com ele, e isso já foi suficiente para eu querer abandonar o windows.

    O que vc pode me sugerir…. que procedimento devo tomar…?

    um abraço!

  3. Lembro sim Diego,

    Fico feliz pela sua volta isso demonstra que as “bobagens” que escrevo servem para mais alguém 😉

    Quanto a gravar o CD ou DVD do Ubuntu você agiu “erradíssimo” descompactando no seu HD, mas não fique triste, muita gente boa já fez isso também – não fale pra ninguém mas eu já fiz também, ok!?

    O “arquivão” que você baixou, embora seja reconhecido como um arquivo compactado, tal como o ZIP, ele não é. Este arquivo é uma cópia fiel do que terá no disco e para gravá-lo, você pode usar qualquer programa para gravar CD/DVD usando uma opção apropriada para gravar imagens no disco.

    A primeira coisa a ser feita é apagar as pastas que ele criou durante a descompactação de forma a liberar o espaço ocupado inutilmente, mas faça isso com cuidado para não apagar o que não deve, depois dá uma lida no último parágrafo da seção “Baixando e gravando uma imagem do disco em uma mídia de CD”, neste tutorial. Lá eu aponto para um link que explica como gravar uma imagem ISO em uma mídia de CD/DVD – o procedimento é o mesmo para ambos os casos e parte do princípio que você não tenha nenhum programa para gravar mídias em seu computador.

    Sendo assim ele sugere o uso de uma ferramenta bem simples chamada “ImgBurn” que é free. Mas você pode fazer a gravação usando o Nero, caso você o tenha, ou outro programa, como já disse antes. Nesse caso você terá que usar a opção de “gravar imagem no disco”, ou algo parecido com isso – como não uso o Nero a alguns anos não sei ao certo qual é a opção nas últimas versões, mas com certeza ela está lá em algum lugar.

    Pra assegurar que você não vai errar no link eu o repito aqui (https://help.ubuntu.com/community/ComoGravarIso) mas ainda assim sugiro ler o texto todo com atenção antes de fazer todo o procedimento e só depois o fazer por completo, assim você poderá ver o que pode vir a ocorrer de errado e já se precaver.

  4. Wellington,

    valeu pela dica, eu baixei o imgBurn, gravei a imagem ISO no cd, e quando reiniciei o sistema deu boot…beleza pura!!

    No entanto o que eu fiz foi entrar no Ubuntu pelo cd, e tentar instalá-lo em minha HD a partir dele. Como havia escrito anteriormente, eu tenho minha HD de 80gb particionada em 3 ( 40GB para arquivos, 20GB para o windows XP, e por volta de uns 15 ou 17Gb reservada para o Linux). No momento em que o programa me pede onde instalar se é toda HD assistido, ou manual, eu escolho a manual e seleciono a partição livre que deixei para o Linux, mas dá um erro acusando que não tem “raiz” ou alguma coisa assim. Depois eu deletei a partição e criei uma nova, com o mesmo espaço da outra, e se eu não me engano até avançou, só que me pede o tipo de alguma coisa (ext 3, ext 2, nfts….algo do genero) e depois tem um outro menu abaixo que tem uma “/” e outras “/ + alguma coisa”. E a partir daí não sei mais o que fazer.

    Peço desculpas por não ser tão exato, é que no momento em que estou digitando esta mensagem estou no trabalho e não tenho como ser muito específico com os nomes….porque estou tentando instalar o Ubuntu para uso doméstico,mas creio eu por vc ser um usuário do Ubuntu, deve saber melhor do que qualquer um o que se deve fazer nessa situação….

    por favor, me ajuda de novo!!!

    um abraço!

  5. Welington, como identifico o kubuntu live cd? Baixei a versão 8.04 e gravei mas ela só tem opção de
    instalação e gostaria de gravar a versão live cd. Tem algum endereço fixo para esta versão? Tentei o link acima mas ela refere-se a versão deste tutorial 7.10. Obrigado!

  6. Olá Diego,

    Acabei de dar um boot com o CD do Kubuntu 8.04, com KDE4, em uma máquina virtual e a primeira opção é “Try Kubuntu KDE4 without any change to your computer” (ou “Testar o Ubuntu KDE4 sem alterar seu computador”, talvez apareça a opção em inglês, mas não se preocupe daí para frente tudo estará em português, como escolhido). Esta é a opção que inicia como Live.

    Talvez, você tenha baixado a versão “server”, ou “alternative” – como nunca baixei nenhuma das duas não posso assegurar essa regra, mas na versão principal sempre inicia o modo Live escolhendo o primeiro item do menu, no boot.

    Também, não sei se com o Kubuntu KDE3 será a mesma coisa, mas com 90% de certeza posso afirmar que será a primeira opção, visto que em todas as versões anteriores era assim e como, também, já instalei e testei o Xubuntu e o Ubuntu e ambos seguem a mesma regra, então não há muito por duvidar quanto a isso, exceto pelos outros 10% que ficam por conta dos devaneios dos desenvolvedores ;).

    Quanto ao link para download é “quase” o mesmo é só mudar o nome da versão. Onde lia-se “gutsy”, substitua por “hardy”, por exemplo assim: http://torrent.ubuntu.com/kubuntu/releases/hardy/release/dvd/ (aqui há os torrents para as plataformas amd64 e i386, verifique qual está baixando para não pegar o arquivo errado, OK?!).

  7. oi vejo q muitas pessoas estão amando o linux,eu tbm gosto bastante principalmente pq não pega vírus,mas acontece que não consigo descobrir qual é o meu, se kubuntu,ubuntu,tbm para instalar coisas é mt dificil, por exemplo coisas que eu preciso compactar aí fico sem saber se devo compactar em debian, rpm ou tgz, sem contar q nao sei se devo realmente compactar ou extrair o arquivo,ta mt dificil pra mim, ate jogos que sou louca nao consigo achar versão proprias pra linux, sem contar um monte de arquivos que tem q nao sei se devo instalar ou nao,fico com medo, pq de tanto futucar ja deu problema com openoffice.org o aplicativo na area de trabalho nao abre e nem clicando num arquivo compativel com ele, eu tenho que iir pelo openoffice desenho, ta mt dificil pra mim se puder dar algumas dicas agradeço.(as vezes fico com tanta raiva q da vontade de mudar pra XP,mas sei das boas vantagens e segurança q o linux me proporciona)

  8. Olá @deise ,

    Para tentar te ajudar em qualquer tarefa no Linux a primeira coisa a saber é qual é distribuição e ambiente gráfico você está usando, visto que existem dezenas de ambientes gráficos e centenas de distribuições com ferramentas diferentes e cada uma possui certas peculiaridades que lhes são próprias.

    Teoricamente Linux é tudo Linux, mas na prática não é bem assim, então a sugestão que posso dar é que você tente descobrir qual é a distribuição que está usando. Dentre as maneiras de se fazer isso a mais fácil seria dar uma lida na papelada que veio com o computador (caso o Linux já tenha vindo instalado) ou se não veio, contactar a pessoa que o instalou pra você.

    Claro que existem outras maneiras de se descobrir isso vem precisar perguntar a ninguém ou procurando papeis, mas teria ser vendo e mexendo no sistema. Se quiser tentar desta maneira sugiro que me envie por e-mail um screenshoot (captura de tela) com a tela exibindo o papel de parede e os ícones da área de trabalho.

    Se tiver dificuldades contacte-me por e-mail, ok.

    1. Opa,

      Para remover o Windows você pode usar o programa Gparted, que pode ser instalado diretamente a partir da Central de Programas do Ubuntu. Após instalado, é só excluir a partição do Windows, mas se você está começando agora não recomendo fazer isso agora.

      abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *