Museu da Criptografia

CryptoMuseumLocalizado na Holanda, o museu virtual da criptografia, em raras e especiais ocasiões, só pode ser visitado pela Internet. Então se você tem curiosidade em ver como é e saber mais sobre o funcionamento da famosa “Enigma”, usada na 2ª guerra mundial, entre outras curiosas ferramentas usadas para comunicação “segura”, então você não pode deixar de acessar o site do Museu em http://www.cryptomuseum.com

Aprendendo “vi” com “vimtutor”

logo-editor-vim“Vi” é um dos principais, e mais antigos, editores de texto em linha de comandos. 10 entre 10 instalações Linux possui ao menos uma versão do Vi original ou uma de suas “encarnações” (vi, vi, elvis, nvi etc). Quem usa linha de comandos com muita frequência vez por outra precisa editar um arquivo de configuração e mesmo havendo inúmeras alternativas é bem provável que em algum momento você se depare com uma instalação que não tenha o seu editor preferido, mas o vi está lá, pronto para ser usado com aquele “jeitão intimidador”. Sendo uma ferramenta quase onipresente no mundo Linux, conhece-lo é primordial. Continue lendo Aprendendo “vi” com “vimtutor”

Resolvendo o ShellShock no Debian 6 (Squeeze) [ATUALIZADO]

Esta semana tem sido divulgado um bug no Bash [1] que já foi classificado pelo governo americano como  o problema mais grave dos últimos tempos nos ambientes Unix-like[2]. Os felizes usuários das últimas versões do Debian, Ubuntu, Fedora, CentOS já podem baixar as atualizações e resolver o problema, no entanto quem tem versões antigas deveram procurar outro meio (seja compilando o bash na mão, ou esperando que lancem, ou rezando para que nada de mal aconteça). No caso do Debian 6 (Squeeze), que ainda uso em alguns servidores que não puderam ser instalado, a solução que adotei foi instalar o pacote corrigido de outra versão. Continue lendo Resolvendo o ShellShock no Debian 6 (Squeeze) [ATUALIZADO]

Instalação de certificados digitais ICP no Firefox

Um dia destes eu precisei acessar o site seguro de uma empresa governamental pelo Firefox e me deparei com aquela mensagem já razoavelmente bem conhecida informando que o certificado era inválido e que o site possivelmente não era seguro. Um leitura mais atenta nos detalhes da mensagem observei que o certificado era válido sim e a mensagem na verdade dizia que a “Autoridade Certificadora” é que não era confiável. Curiosamente tentei abrir o mesmo site usando outros navegadores (Google Chrome e Internet Explorer) e em ambos o alerta não foi exibido. Continue lendo Instalação de certificados digitais ICP no Firefox

Além do mundo real