Computador virtual remoto para testadores de sistema

Computação em nuvem está na moda. E-mails na nuvem, documentos na nuvem, programas baseados em nuvem e até todo o seu servidor pode estar na nuvem, agora, graças ao Dr. Russell temos também o próprio hypervisor – o “emulador de computador” (para simplificar os termos) – nas nuvens.

Nada de instalação complicadas, configurações macabras ou compilação de coisa alguma. Estou falando apenas de dar meia dúzia de cliques e ter um sistema Linux ou mesmo Windows rodando 100% em algum lugar por ai onde você pode acessar a sua interface gráfica via VNC ou então o seu prompt de comandos via terminal remoto com Telnet ou SSH e tudo grátis e acessível pelo seu browser.  Gostou da ideia? Então sabia que isso existe.

Para não fazer rodeios o serviço chama-se Linuxzoo [1] e foi criado pelo Dr. Gordon Russell, quem disponibilizou a infraestrutura gratuitamente. Para quem quiser saber como funciona, um mapa de como ela era em Agosto deste ano (2011) pode ser visto na página [2] e confesso que me deu uma pontinha de inveja.

Seu uso é simples e consiste em apenas três passos: Criar uma conta gratuita a partir da página principal[1]; Definir alguns parâmetros básicos da sua máquina; e Usufruir do pleno controle de seu brinquedo (quando digo usufruir do plano controle me refiro a acessar um servidor só seu usando o login e senha do root).

Criando a conta

No formulário da página inicial,  escolha a opção “Register for an account” no combobox ao lado do botão “Login“; na tela seguinte você verá um texto com algumas regras básicas a serem seguidas. Leia as regras e clique no link  “click here” para ser levado ao formulário de registro. Após preenche-lo clique no botão “Register“.

linuxzoo.net - Quadro de Login

Dentre as regras que são fundamentais neste momento, consta que:

  • Você deve informar uma conta de e-mail válida para que possa receber a mensagem de credenciamento e ativação permanente da conta (caso não faça isso sua conta vai expirar dentro de algum tempo);
  • Além do e-mail, a senha, o primeiro e o último nome são obrigatórios;
  • Como creio que 99% dos que lerão este texto não serão alunos de escolas americanas então no campo “Programme Info” escolha “Just Interested” (Os demais escolherão a melhor opção ao seu caso).
Tão logo sua conta seja criada (isso ocorre automaticamente após preencher o formulário) você verá uma tela informando o sucesso da operação e o seu status, ao lado. Lembrando que enquanto você não confirmar o link enviado por email a sua conta poderá expirar a qualquer momento.

Criando uma máquina Linux

Uma vez logado no sistema, siga os passos a seguir:
  • Clique no botão “Join Queue” da aba “Queue“;
  • Na ficha “Control” escolha o sistema operacional (Linux Fedora 15, Windows 2008, Windows 7 ou Caine Forensic);
  • Escolha se quer uma imagem limpa (fresh linux install) ou usar uma imagem já pronta ();
  • Clique no botão “Switch On” para criar a máquina e iniciá-la
linuxzoo.net - Quadro de login com a máquina em execução
Com isso sua máquina estará criada e iniciando o processo de boot (observe a barra de progresso de boot até que ela seja substituída por “complete” e o estado da máquina (Machine Status) mude de HALT ou BUSY para RUN).

Ligando a sua máquina virtual nas próximas sessões

Caso você tenha saído do sistema sua máquina será desligada (você verá que o estado da máquina é HALT, então ao retornar você deverá ligá-la para começar o seu novo trabalho. Uma vez logado no sistema, siga os passos abaixo:
  • Clique na aba “Control“;
  • Escolha a versão do sistema operacional que você criou a máquina;
  • Clique na opção “use previous image (if available)
  • Clique no botão “Switch on

Sua máquina mudará do estado Halt, para o Busy e em seguida para Run. Observe que abaixo do seu estado também é indicado o progresso do boot. Quando ele indicar “complete” então você poderá acessar a sua máquina virtual

Trabalhando com a sua nova máquina virtual

Com a máquina criada e em estado RUN, clique na ficha “Connect” e então escolha a forma de conexão. Dentre elas você pode escolher por SSH , Telnet ou VNC.
Supondo que você queira se conectar por ssh basta abrir um terminal na sua máquina e digitar:
ssh root@linuxzoo.net
Para se conectar por telnet é tão simples quanto por ssh:
telnet linuxzoo.net
Nos testes que fiz não consegui entrar no ambiente gráfico usando o login de root então para se conectar por VNC, e assim usar o ambiente gráfico, você precisa antes de mais nada logar via ssh ou telnet e criar um usuário ordinário.
linuxzoo.net - Fedora 15 rodando via VNC

Agora que você está conectado a seu novo computador virtual e remotamente é só se divertir. Lembre-se entretanto do limite do seu “hardware virtual” (15GB de HD, 512MB de RAM) para colocar em prática todo seu conhecimento em sistemas Linux.

Por fim, tenha sempre em mente que o fim deste projeto é acadêmico e por não haver nenhuma política de sigilo ou segura não use o serviço para armazenar dados sensíveis.

Referências

[1] Gordon Russel. Linuxzoo.net. http://linuxzoo.net
[2] Gordon Russel. Technical Information. http://linuxzoo.net

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.