Faltam 5 blocos de endereços para o fim da Internet como a conhecemos

Parece uma notícia apocalíptica, mas quase chega a ser. Pense só: o protocolo IPv4 base da Internet atual só comporta aproximadamente 4.3bilhões de endereços IP que – em uma explicação simplista – é o identificador dos computadores e demais equipamentos ligados a Internet. Você tem noção de quantos computadores, equipamentos diversos para distribuição de rede, telefones, smartphones, tablets, TVs, consoles de jogos e outros equipamentos acessam a Internet diariamente?

Bom, estima-se que exista uma média de 2 bilhões de Internautas em todo o mundo, mas o endereço IP não identifica o operador do computador e sim o equipamento. Se considerarmos 1 computador por Internauta, só ai já perdemos 2 bi de endereços mas a média é muito maior. Prova disso é que os endereços estão se esgotando!

Mas não se apavore tanto, não deve ser ainda que a Internet acabará. Na verdade há anos temos nos preparado (temos?) para o dia em que os endereços IP iriam se acabar.

Pois bem, os endereços IP são divididos em 255 grandes blocos “/8”, contendo cerca de 16 milhões de endereços em cada um. Destes, conforme relatório de IANA, só temos 5 blocos disponíveis, o que daria por volta de singelos 83 milhões de endereços. Se considerarmos o número de novos equipamentos como telefones e tablets que entram na Internet a cada dia estes endereços tendem a esgotar-se rapidamente.

A solução é a migração em massa para o IPv6. Com esta migração, que deverá ser feita muito em breve pelos provedores de serviço e administradores de redes em geral, saltaríamos do medíocre limite de 4.3bilhões de endereços (2^32) para um espantoso valor que nem tem como pronunciar: algo em torno de 340 undecilhões (2^128).

Esta migração ainda não ocorreu porque ambos os protocolos (IPv4 e IPv6) são incompatíveis entre si. Embora existam algumas técnicas para minimizar os problemas desta migração que já são bem conhecidas, como o tunelamento e o NAT, ainda assim não é só piscar os olhos e pronto.

Isso requer tempo e é preciso testes. Por isso algumas grandes provedoras de serviço Internet como a Google, o Yahoo entre outras planejam o World IPv6 Day (Dia mundial do IPv6) que será em 8 de junho deste ano. Durante todo aquele dia estas empresas oferecerão seus serviços sob o novo protocolo para avaliação e testes públicos.

Como diriam alguns personagens de filmes de suspense: “O fim está próximo”. O que podemos fazer como meros usuários é esperar pra saber o que acontece. Quem viver verá”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.