Fone bluetooth no Ubuntu

Conectar um fone Bluetooth no Ubuntu é mais fácil do que pode parecer. Se você já possui um módulo Bluetooth reconhecido pelo sistema é bem provável que seu fone Bluetooth funcione sem dificuldades. O relato aqui descrito refere-se ao uso do fone Philips SBH6110 no Ubuntu 10.04 a partir de um módulo bluetooth Dongle.

A tecnologia Bluetooth

Bluetooth é um protocolo de rede sem fio pessoal (WPAN) que devido ao seu curto alcance, em uma visão minimalista, é usado para substituir os cabos de áudio/vídeo e algumas outras conexões tais como de mouse, teclado etc [1]. Embora ele tenha sido concebido já há alguns anos atualmente ele começou a se popularizar talvez devido ao barateamento da tecnologia tornando-a mais acessível aos pobres mortais como nós.

O nome é uma homenagem ao rei da Dinamarca e Noruega que chamava-se Harold Bluetooth e que se tornou conhecido por unificar as tribos norueguesas, dinamarquesas e suecas, tal como é a intenção deste nosso protocolo; enquanto que o seu símbolo é formado pela união das runas nórdicas equivalentes as letras latinas H e B, iniciais do nome daquele rei.

Como é uma tecnologia sem fio seu alcance depende da potencia dos circuitos transmissores em ambos os pontos que estiverem se comunicando e que se enquadram em 3 classes:

  • Classe 1 – potência de até 100mW e alcance aproximado de 100m
  • Classe 2 – potência de até 2.5mW e alcance aproximado de 10m (estes são os mais comuns)
  • Classe 3 – potência de até 1mW e alcance aproximado de 1m

No que nos cabe saber a respeito de velocidade de comunicação, elas dependem da versão do protocolo, como segue:

  • Versão 1.2 – até 1Mbit/s
  • Versão 2.0+EDR – até 3Mbit/s
  • Versão 3.0 – até 24Mbit/s

Por que o Philips SBH6110?

Sem muitos rodeios, eu me interessei por este modelo após ter lido o texto do Nilson Murayama[3] no site da Uol Tecnologia, onde o gadget foi muito bem cotado estando em primeiro lugar (nos quesitos qualidade sonora e conforto) dentro de uma lista com 4 marcas/modelos escolhidos para o teste.

Embora o preço seja pouco salgado (em torno dos R$200,00), estava bem mais em conta do que outros modelos que achei no mercado e que não me ofereciam muito mais do que este modelo. Este também foi um fator que pesou na escolha.

Por fim ao ver todas as descrições do aparelho no site da Philips [4] eu me dei por satisfeito e então já estava com minha escolha feita. Encontrá-lo em uma loja online que me transmitisse garantia, confiança e segurança para compra, também não foi difícil usando tradicionais ferramentas de pesquisa de preço.

Recursos do fone

Vou me limitar em algumas informações que achei bacanas e que poderão ser úteis para quem ainda não conhece o fone. A página aparelho [2] possui pegar todos os manuais em PDF, incluindo em Português facilitando assim a leitura e entendimento destes e dos demais recursos.

Conectividade Bluetooth 2.0+EDR nos seguintes perfis:

  • Bluetooth estéreo A2DP – Advanced Audio Distribution Profile (Perfil de Distribuição de Áudio Avançado – este é o perfil que permite o uso como fone de alta fidelidade),
  • Bluetooth estéreo AVRCP – Audio Video Remote Control Profile (Perfil de Controle Remoto de Vídeo e Áudio – este é o perfil que permite os controles de pausa/stop/play/Avanço/retrocesso etc),
  • Bluetooth mono HSP – Headset Profile (Perfil Fone de Ouvido – HSP – este é o perfil “primo pobre” do A2DP e usado para ouvir as chamadas telefonicas)
  • Bluetooth mono HFP –Hands-Free Profile (Perfil Mãos Livres – HFP – este perfil permite que você realize chamadas com o fone)

Autonomia: 300horas em repouso e 14h em reprodução, para um período de 3,5h de carga completa da bateria (existe um conector mini-usb que é usado apenas para recarga da bateria)
Alcance: Classe 2 (10m)
Peso: 58g
Som: (alto falantes de 32mm / faixa de frequencia de 14Hz até 24KHz)

Pareando e conectando o fone pela primeira vez

Certifique-se que o seu receptor Bluetooth esteja ligado no Ubuntu. Para tal clique no ícone de Bluetooth na barra de ferramentas do Ubuntu (A primeira linha deverá indicar “Bluetooth: Ligado”, mas caso não esteja clique na opção ligar o Bluetooth);

Clique novamente no ícone do Bluetooth na barra de ferramentas e desta vez escolha a opção Configurar novo dispositivo… para que o assistente de conexão seja iniciado.

Ligue o seu fone de ouvido e ative o modo de localização (No caso do Philips SBH6110, basta pressionar o botão de ligar até que o led de status fique piscando alternadamente nas cores azul e vermelho), talvez você tenha que consultar o manual do seu fone para descobrir como realizar esta operação.

Clique no botão “Avançar“, do assistente, e aguarde até que o seu fone seja encontrado. Ao ser encontrado, clique no dispositivo localizado e então clique no botão “Avançar“, outra vez.

Seu fone será pareado e você será informado pelo assistente que a configuração está concluída. Agora, apenas clique no botão “Fechar” para terminar o assistente e já estamos com o fone conectado.

Redirecionando o som das caixas para o fone

Caso o som que estiver sendo reproduzido nas caixas acústicas do seu PC não seja imediatamente redirecionado para o fone, você deve redirecionar a saída de som manualmente.

O procedimento para isto é: Clique no ícone de volume, na barra de ferramentas do Ubuntu, e escolha a opção “Preferências de som…

Na ficha “Hardware“, você verá todos os dispositivos de saída de áudio disponíveis em seu computador (inclusive o fone), selecione-o, dando um clique sobre ele, e na lista “Perfil” escolha a opção “A2DP”* que permite a reprodução de som em alta fidelidade;

Agora na ficha “Saída“, clique no fone para selecioná-lo e se você estiver com algum aplicativo reproduzindo som no momento, o som será automaticamente silenciado nas caixas de som e reproduzido apenas no fone.

Conectando e desconectando o fone

Uma vez que o seu fone já esteja pareado com o Ubuntu e você já tenha redirecionado o som para ele uma vez, você só precisará conectar/desconectar o fone para usá-lo com outro dispositivo, como no celular por exemplo, ou para desligá-lo.

Para desconectar:

Clique no ícone de Bluetooth na barra de ferramentas do Ubuntu, aponte o mouse sobre o nome do seu fone (que deverá aparecer na lista de dispositivos que o seu sistema já conectou) e então clicar na opção “Desconectar“);

Obs: No meu sistema a lista de dispositivos só apareceu após um reboot no sistema, mas talvez um simples logout/login, ou mesmo um refresh no applet de bluetooth resolvesse (restartar o daemon bluetooth não resolveu).

A razão mais comum que você terá para mandar o Ubuntu “largar o osso” seria caso você precise usar o fone novamente com celular, ou outro dispositivo, dentro do raio de alcance do dispositivo no seu PC.

Neste caso você deverá pedir licença ao Ubuntu, mandando que ele se desconecte e ai sim o som será devolvido as caixas acústicas do seu PC e o fone poderá ser conectado novamente com o celular.

Para conectar:

Realize o mesmo procedimento para desconectar, mas clique na opção “Conectar“, que estará no lugar da opção “Desconectar”.

Desde que algumas condições sejam satisfeitas, ao conectar novamente, o som deverá novamente voltar a ser reproduzido no fone.

Outras considerações sobre o fone e conclusão

Embora tenha usado o modo A2DP que é apenas para recepção de áudio, o meu fone funciona em um outro modo (detectado pelo Ubuntu) que é o HSP/HFP.

Este seria o modo em que não só o fone funcionaria como também o microfone (modo usado para trabalhar como headset) mas infelizmente no meu caso ao ativar esta opção o microfone embutido funcionou e fone não 🙁

Como o meu uso primário para o fone é com o celular (este foi o motivo de tê-lo comprado) e também o meu microfone de mesa é bastante sensível, esta limitação não foi um problema, pois conecto o fone sempre em modo de alta fidelidade desfrutando de uma excelente qualidade de áudio e utilizo o microfone de mesa.

Mas é inegável que seria muito bom poder deixar o meu skype em modo de autoatendimento e mesmo quando estivesse distante poder atender uma chamada.

Outra coisa que não funcionou foi o conjunto de botões do fone para trocar músicas (os de controle de volume são 100% funcionais), não tenho certeza, mas parece que para estes botões funcionarem seria necessário que o modo AVRCP, que é o modo de Controle Remoto para Audio/Vídeo Bluetooth, também suportado pelo Philips, fosse reconhecido pelo Ubuntu o que não ocorreu.

Tirando o fato do microfone embutido não ter funcionado em conjunto com o fone, impedindo que eu utilize o meu novo gadget como um headset para minhas comunicações com Skype via Ubuntu, no mais a experiência com a tecnologia Bluetooth tem sido excelente.

Graças ao algoritmo Fullsound, provido pelo processador do fone, que ressalta os sons mais graves, agudos e também o efeito estéreo, a qualidade do som deste dispositivo (SBH6110) é fenomenal, ou no mínimo muito superior a qualidade daqueles fones intraauriculares horríveis que vem com o celular.

Sacar o gadget da mochila e após ligá-lo já poder usá-lo sem necessidade de perder tempo desembolando aquele fio desengonçado é também uma experiência única. Confesso que nos primeiros dias eu ainda procurava pelo fio para não agarrar em algum lugar sempre que me levantava do banco no ônibus, mas agora já estou me habituando a nova liberdade.

Fica então a minha recomendação. Se você ainda não tem um fone bluetooth, você não sabe o que está perdendo e quando o tiver, assim como eu, nunca mais você quererá outro fone com fio.

Referências

[1] Wikipédia. Bluetooth. Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Bluetooth>
[2] Wikipédia. Perfis Bluetooth. Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Perfis_Bluetooth>
[3] Murayama, Nilson. Fones de ouvido Bluetooth deixam suas mãos livres para as tarefas do dia a dia. 27-10-2009.  Disponível em  <http://tecnologia.uol.com.br/guia-produtos/celulares/ult6184u77.jhtm>. Acessado em 10-09-2010.
[4] Philips. Philips Heasdset estéreo Bluetooth SHB6110. Disponível em <http://www.p4c.philips.com/cgi-bin/dcbint/cpindex.pl?&hlt=Link_Overview&tmplt=ePlatform%20-%20Philips&scy=BR&slg=BRP&mid=Link_Overview&session=20100905215412_201.51.10.234&ctn=SHB6110/10>

5 comentários em “Fone bluetooth no Ubuntu”

  1. Olá @Guilherme Moraes ,

    Isto é muito estranho. Qual versão do Ubuntu você está usando? Comigo o fone funcionou da forma como eu descrevi tanto no 10.04 quanto no 10.10.

    Verifique se ele realmente foi pareado corretamente. Sugiro excluir o fone da lista de dispositivos Bluetooth e tentar novamente. enquanto ele não for reconhecido corretamente como um dispositivo de áudio você não conseguirá fazê-lo funcionar.

    Só um detalhe, da primeira vez que tentei este procedimento eu também não consegui sucesso. mas após realizá-lo pela primeira vez e dar um reboot no computador tudo funcionou como esperado.

  2. Boa noite. Comigo acontece que os fones não aparecem como alternativa de saida de som na guia Hardware. O fone está conectado, perfeito mas não aparece como alternativa de saida de som, somente o audio interno… Que estou fazendo errado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.